segunda-feira, 30 de novembro de 2009

Não estranhes...


Não estranhes...
[Patricia Montenegro]

Não estranhes,
Se a minha se voz calar,
-Inesperadamente-
E se eu não estiver tão presente,
Com minhas palavras,
E o meu sorriso,
E o brilho do meu olhar,
-Talvez nem percebas-
Mas sou feita de emoções,
De alegrias radiantes,
Ainda que momentâneas,
Mas também de tristezas,
Que chegam com a solidão,
E a indiferença,
Lágrimas e sorrisos,
Caminham de mãos dadas,
-E fazem parte de mim-
E se eu me afastar,
Não te preocupes,
-??? ??? ???-
Mas se uma nevoa,
Surgir em teu coração,
Procures saber de mim,
Escutes meu chamado silencioso,
Compreendas minhas mensagens,
As confessas e declaradas,
-Ainda que em versos-,
E as silenciadas,
-Pelo coração inseguro-
E venhas ao meu encontro,
-Mas não demores-
É justamente nesse momento,
Que mais estarei precisando,
Da tua presença junto a mim...

[patty_mf]
Rio de Janeiro, 28-11-09 - 19h55min


6 comentários:

  1. Gostei da sua págona menina romântica apaixonada sensível. Abs.

    ResponderExcluir
  2. Muito obrigada pelo seu carinho. Realmente sou uma romantica que acredita no amor. Volte sempre que desejar.
    Com carinho,
    Patty

    ResponderExcluir
  3. Parabéns Patricia, sua Lua Azul, é pura poesia.
    nanamerij

    http://nanamerij-memoriasreveladas.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Patty... seu blog está DIVINO! Até na cor... Parabénsssssssssss e muito sucesso sempre e em tudo, você é pura luz! Beijos no coração... TerePenhabe

    ResponderExcluir
  5. Porque será que os pássaros
    Cantam na partida do dia
    Porque será que um amante ausente
    Fica de alma apertada, vazia?

    Porque será que as ondas lamentam
    Em sussuros de sal no areal
    Porque será que as rezas são feitas
    Para correr para o longe o perverso mal?


    Boa semana


    Doce beijo

    ResponderExcluir
  6. Profeta querido:
    Os pássaros cantam porque precisam dos raios de sol e desejam que o dia retorne sempre. É um canto de amor.
    A alma do amante se sente vazia e apertado porque está preenchida da dor da saudade. Precisa do amor.
    As ondas do mar beijam a areia confidente de tantos e tantos segredos.
    Rezas são feitas para que o bem prevaleça apesar do mal que ronda. Porque o amor tem que ser mais forte. Creio nisso.
    Lindo poema.
    Obrigada pelo carinho e presença de sempre.
    Ótima semana.
    Beijos com carinho,
    Patty

    ResponderExcluir

Sejam benvindos!
Obrigada pela sua visita. Fico muito feliz com o seu comentário.
Volte sempre que desejar.
Com carinho,

Patricia